A??o, A??es, Stocks, Bovespa, Mercado Financeiro, Op??es

Mural de noticias da Alpha Fintec

TNOnline: Bolsas de NY não operaram por conta de feriado nos EUA
O feriado nacional de Juneteenth, nos Estados Unidos, deixou os mercados de Nova York fechados. Ontem o S&P 500 e Nasdaq fecharam em novas máximas diante de dados de varejo mais fracos e uma retórica cautelosa de dirigentes do Fed em relação ao ciclo de corte de juros, com o Dow Jones encerrando com ganhos de 0,15%; o S&P 500 avançando 0,25%; e o Nasdaq subindo 0,03%.

As bolsas de Nova York fecharam em alta hoje, com S&P 500 e Nasdaq em novas máximas de fechamento, diante da confluência entre dado de varejo mais fraco nos Estados Unidos e uma retórica cautelosa de dirigentes do Federal Reserve (Fed) em relação ao esperado ciclo de corte de juros.

O índice Dow Jones encerrou a sessão com ganhos de 0,15%, aos 38.834,86 pontos; o S&P 500 teve ganhos de 0,25%, aos 5.487,03 pontos; e o Nasdaq subiu 0,03%, aos 17.862,23 pontos.

A ação da Nvidia saltou 3,51% e levou a empresa a fechar com valor de mercado US$ 3,335 trilhões, de acordo com o site Companies Market Cap. A cifra faz a fabricante de chips ultrapassar a Microsoft e se tornar a companhia de capital aberto mais valiosa do planeta.

No mesmo setor, Micron Technology subiu 3,80%, após analistas do Stifel, da Wedbush e do Bank of America Securities elevarem o preço-alvo do papel. "A Micron teve uma corrida estelar desde o início de 2023, exatamente o ponto em que o boom da Inteligência Artificial começou", afirma a AJ Bell.

Entre outros destaques, Occidental Petroleum subiu 1,76%, depois que a Berkshire Hathaway, de Warren Buffett, ampliou a participação na petroleira.

Apesar disso, o ímpeto geral em Wall Street foi limitado, na véspera de um feriado que deixará os negócios fechados nos EUA. Hoje, dado de varejo mais fraco que o esperado nos EUA consolidou a expectativa por corte de juros do Fed, mas os dirigentes da autoridade monetária ainda evitam se comprometer com um prazo para o relaxamento monetário.

A diretora Adriana Kugler e o presidente da distrital de St. Louis, Alberto Musalem, reiteraram que a inflação nos Estados Unidos permanece elevada. Musalem, inclusive, alertou que pode levar alguns meses até que o Fed tenha confiança necessária para cortar juros.