Ação, Ações, Stocks, Bovespa, Mercado Financeiro, Opções
Se os números dos resultados trimestrais da empresa pioraram, tente entender o que aconteceu e refaça sua análise aplicando nosso método. Se você se convencer que as coisas evoluíram para pior, venda a ação!
  25/09/2018 - 22:49 Login: Senha: Esqueceu a senha? 
Indique este site para um amigo:
Seu e-mail:
e-mail do amigo:
Mural da Alpha Fintec

Page 257 of 498

Data Título Resumo
01/07/2015 EFE: Eurogrupo decide esperar resultado do referendo grego antes de negociar
Os ministros de Economia e Finanças da zona do euro, o Eurogrupo, decidiram nesta quarta-feira esperar o resultado do referendo que será realizado no próximo domingo na Grécia antes de voltar a negociar com Atenas. Tsipras não mudou sua recomendação aos gregos para que votem "não" no referendo, ressaltou que não cogita a saída da Grécia do Euro, e tem a "firme" intenção de chegar a um acordo com seus sócios
01/07/2015 Reuters: Ações europeias fecham em alta por otimismo sobre Grécia
O principal índice europeu de ações fechou em alta nesta quarta-feira, após notícias de que a Grécia está disposta a aceitar a maioria das condições de seus credores internacionais para assegurar um acordo sobre sua dívida. O índice FTSEurofirst 300 subiu 1,57%, a 1.533 pontos. O índice de blue-chips da zona do euro Euro STOXX 50 fechou com alta de 2,15, após cair 1,35 na sessão anterior e 4% na segunda-feira.
30/06/2015 UOL: Bovespa sobe no dia e encerra o mês com alta de 0,61%
O Ibovespa fechou em alta de 0,13%, a 53.080,88 pontos. Com isso, a Bolsa encerra o mês com valorização de 0,61% e no ano, acumula alta de 6,15%. Os países da zona do euro rejeitaram o pedido de socorro de última hora feito pela Grécia para evitar um calote de 1,6 bilhão de euros ao FMI. O não pagamento da dívida, que vence hoje, deixa a Grécia a partir desta quarta-feira (1º) sem ajuda externa pela primeira vez em cinco anos.
30/06/2015 Enfoque: Setor público registra déficit primário de R$ 6,9 bilhões em maio
O governo não conseguiu economizar para pagar os juros da dívida pública em maio. O setor público consolidado, governos federal, estaduais e municipais e empresas estatais, apresentou déficit primário de R$ 6,9 bilhões, no mês passado. Em maio do ano passado, o resultado negativo foi maior: R$ 11 bilhões. Nos cinco meses de 2015, houve superávit primário de R$ 25,5 bilhões, contra R$ 31,5 bilhões em igual período do ano passado.
30/06/2015 BBC: Condições exigidas da Grécia são revoltantes, diz Nobel da Economia
As nações europeias credoras são as "culpadas" pela situação da Grécia desde que o país foi obrigado a pedir volumosos empréstimos para cobrir suas dívidas, e as condições impostas ao governo de Atenas são "revoltantes". Esse é o resumo da crise na Grécia feito pelo prêmio Nobel de economia Joseph Stiglitz, uma das vozes mais críticas da ortodoxia de grandes economias e de órgãos financeiros internacionais. durante uma entrevista exclusiva à BBC Mundo.
30/06/2015 UOL: Grécia faz nova proposta ao Mecanismo Europeu de Estabilização Financeira
O governo grego propôs hoje um acordo de dois anos com o ESM (Mecanismo Europeu de Estabilização Financeira) para cobrir totalmente suas necessidades financeiras e com reestruturação paralela de dívida. Esta terça-feira (30) é o último dia para o governo pagar uma parcela da dívida que tem com o FMI, no valor de 1,6 bilhão de euros, para evitar o default. O ministro das Finanças, Yannis Varoufakis, já afirmou que o país não vai pagar pelo empréstimo.
29/06/2015 EFE: Ganhadores do Nobel de Economia acham que Grécia deve dizer 'não' a acordo
Os prêmios Nobel de Economia, os americanos Paul Krugman e Joseph Stiglitz se expressaram nesta segunda-feira a favor do "não" no referendo que a Grécia realizará em 5 de julho para decidir se o país aceitará a proposta de acordo apresentada pelos credores internacionais. "Votaria não", disse Krugman, muito crítico às receitas de ajuste fiscal aplicadas na Europa para sair da crise, em artigo publicado hoje no "New York Times".
29/06/2015 BBC: À beira do precipício, Grécia fecha bancos por uma semana
A zona do euro - formada por 19 países - está enfrentando a mais grave crise em seus 16 anos de história com o iminente calote da Grécia, que tem até terça-feira para pagar 1,6 bilhão de euros ao Fundo Monetário Internacional (FMI). O risco da saída da Grécia da zona do euro e da União Europeia aumentou consideravelmente após vários impasses nas negociações entre líderes europeus e o governo grego.
29/06/2015 Agência Brasil: Comissão Europeia pode apresentar novas propostas à Grécia
O comissário europeu dos Assuntos Econômicos, Pierre Moscovici, afirmou que há margem para negociação entre Atenas e os seus credores e revelou que Bruxelas apresenta ainda hoje (29) novas propostas para tentar evitar o default (calote) grego. O presidente da Comissão Europeia, vai indicar o caminho a seguir, acrescentando que a porta estará sempre aberta às negociações.
29/06/2015 Reuters: Petrobras confirma corte de cerca de 40% nos investimentos
A Petrobras anunciou nesta segunda-feira (29) que planeja investir US$ 130,3 bilhões de 2015 a 2019, uma queda de cerca de 40% em relação ao plano de negócios anterior. A estatal prevê elevar a produção de petróleo no Brasil até 2020 para 2,8 milhões de barris por dia (bpd), bem abaixo dos 4,2 milhões de bpd estimados no plano anterior. A produção em 2015 deve ficar em cerca de 2,1 milhões de bpd.
29/06/2015 Reuters: Bovespa opera volátil com cena externa e Petrobras
O principal índice da Bovespa ampliava as perdas no início da tarde desta segunda-feira, alinhado ao quadro desfavorável no exterior com desdobramentos ligados à Grécia. Às 12h57, o Ibovespa caía 1,76%. Em Wall Street, o S&P 500 recuava mais de 1%, após o fracasso nas negociações para um resgate aos gregos intensificarem temores de que a Grécia pode ser o primeiro país a sair da zona do euro.
26/06/2015 UOL: Petrobras salta quase 5%; Bolsa tem 4ª semana seguida no azul
O Ibovespa subiu 1,58% nesta sexta-feira (26), para 54.016,97 pontos, na quarta semana seguida de alta, subindo 0,5% no período. No mês o índice sobe 2,38%; no ano, acumula ganhos de 8%. A principal influência de alta no dia foram as ações da Petrobras, que subiram por causa da expectativa de divulgação do plano de negócios da estatal para o período 2015-2019. O plano está sendo discutido em reunião do Conselho da empresa nesta sexta.
[<< Prev] 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110 111 112 113 114 115 116 117 118 119 120 121 122 123 124 125 126 127 128 129 130 131 132 133 134 135 136 137 138 139 140 141 142 143 144 145 146 147 148 149 150 151 152 153 154 155 156 157 158 159 160 161 162 163 164 165 166 167 168 169 170 171 172 173 174 175 176 177 178 179 180 181 182 183 184 185 186 187 188 189 190 191 192 193 194 195 196 197 198 199 200 201 202 203 204 205 206 207 208 209 210 211 212 213 214 215 216 217 218 219 220 221 222 223 224 225 226 227 228 229 230 231 232 233 234 235 236 237 238 239 240 241 242 243 244 245 246 247 248 249 250 251 252 253 254 255 256 257 258 259 260 261 262 263 264 265 266 267 268 269 270 271 272 273 274 275 276 277 278 279 280 281 282 283 284 285 286 287 288 289 290 291 292 293 294 295 296 297 298 299 300 301 302 303 304 305 306 307 308 309 310 311 312 313 314 315 316 317 318 319 320 321 322 323 324 325 326 327 328 329 330 331 332 333 334 335 336 337 338 339 340 341 342 343 344 345 346 347 348 349 350 351 352 353 354 355 356 357 358 359 360 361 362 363 364 365 366 367 368 369 370 371 372 373 374 375 376 377 378 379 380 381 382 383 384 385 386 387 388 389 390 391 392 393 394 395 396 397 398 399 400 401 402 403 404 405 406 407 408 409 410 411 412 413 414 415 416 417 418 419 420 421 422 423 424 425 426 427 428 429 430 431 432 433 434 435 436 437 438 439 440 441 442 443 444 445 446 447 448 449 450 451 452 453 454 455 456 457 458 459 460 461 462 463 464 465 466 467 468 469 470 471 472 473 474 475 476 477 478 479 480 481 482 483 484 485 486 487 488 489 490 491 492 493 494 495 496 497 498 [Next >>]

 

 

 

 

Consulta Ação:
 
Renovação de assinatura
Acesso à Bovespa
no curto prazo Via MACD