Ação, Ações, Stocks, Bovespa, Mercado Financeiro, Opções

Mural de noticias da Alpha Fintec

Reuters: Índices de Wall Street despencam por medo de recessão
O mercado nos Estados Unidos esteve fechado em razão do luto pela morte do ex-presidente norte-americano George H.W. Bush, na última sexta-feira. Ontem os principais índices de Wall Street despencaram mais de 3%, conforme o mercado de títulos dos EUA enviava sinais preocupantes sobre crescimento econômico e com o comércio global. O Dow Jones caiu 3,1 por cento, o S&P 500 perdeu 3,23 por cento, e o Nasdaq recuou 3,8 por cento. Comentários de uma importante autoridade do Fed sobre altas dos juros contribuiu para incertezas.

Os principais índices de Wall Street despencou mais de 3 por cento nesta terça-feira, queda liderada por ações industriais e de bancos, conforme o mercado de títulos dos EUA enviava sinais preocupantes sobre crescimento econômico e investidores se preocupavam novamente com o comércio global.

O Dow Jones caiu 3,1 por cento, para 25.027 pontos, o S&P 500 perdeu 3,23 por cento, para 2.700 pontos e o Nasdaq recuou 3,8 por cento para 7.158 pontos.

Comentários de uma importante autoridade do Federal Reserve sobre o caminho das altas de juros contribuiu para incertezas na visão dos investidores, da mesma forma que retrocessos nos planos do Reino Unido de deixar a União Europeia.

O S&P 500 teve a maior queda diária em cerca de dois meses, devolvendo ganhos da véspera e da semana anterior, quando o índice marcou seu maior ganho percentual em quase sete anos.

O índice Russell 2000 de small caps caiu 4,4 por cento, seu maior tombo diário em mais de sete anos.

Investidores estão focados nos rendimentos dos Treasuries, com o retorno dos papeis de 10 anos caindo ao piso desde meados de setembro. O spread entre os rendimentos das notas de 10 e de 2 anos também caiu ao menor valor em mais de uma década, sinal observado de perto porque a inversão da curva de rendimentos —quando o retorno de dois anos está acima do de 10 anos— precedeu todas as recessões nos últimos 50 anos.

Parte da curva realmente se inverteu, com os rendimentos de dois e três anos se mantendo acima do retorno de cinco anos pelo segundo dia.

“São temores sobre a inversão da curva de rendimentos e o que isso significa para a economia e é um precursor de uma recessão”, disse Chuck Carlson, da Horizon Investment Services.

A Bolsa de Nova York e a Nasdaq ficarão fechadas na quarta-feira, para um dia de luto pelo ex-presidente George H.W. Bush, que morreu na sexta-feira passada.

Ações financeiras, particularmente sensíveis a mudanças no mercado de títulos, caíram 4,4 por cento.

O setor industrial, sensível ao comércio, caiu 4,4 por cento, com a Boeing e a Caterpillar recuando 4,9 por cento e 6,9 por cento, respectivamente.