Ação, Ações, Stocks, Bovespa, Mercado Financeiro, Opções

Mural de noticias da Alpha Fintec

Reuters: Índices dos EUA recuam com preocupação sobre crescimento global
As bolsas dos EUA fecharam em baixa nesta terça-feira, com os investidores preocupados sobre as projeções de crescimento global e abandonando ações materiais e industriais, mas quedas nos rendimentos dos Treasuries limitaram as perdas. O Dow Jones caiu 0,21 por cento, a 26.431 pontos, o S&P 500 perdeu 0,14 por cento, a 2.880 pontos e a Nasdaq avançou 0,03 por cento. O FMI cortou as projeções de crescimento econômico global para 2018 e 2019, dizendo que a China e os EUA sentirão o fardo de guerra comercial no próximo ano.

O Dow e o S&P 500 fecharam em ligeira baixa nesta terça-feira à medida que investidores, preocupados sobre projeções de crescimento global, abandonaram ações materiais e industriais, mas quedas nos rendimentos dos Treasuries limitaram os declínios nos três principais índices.

O índice Dow Jones caiu 0,21 por cento, a 26.431 pontos, enquanto o S&P 500 perdeu 0,141796 por cento, a 2.880 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançou 0,03 por cento, a 7.738 pontos.

O Fundo Monetário Internacional (FMI) cortou as projeções de crescimento econômico global para 2018 e 2019 e suas estimativas para 2019 de EUA e China, dizendo que os dois países sentirão o fardo de sua guerra comercial no próximo ano.

Enquanto isso, o presidente dos EUA, Donald Trump, repetiu uma ameaça de impor tarifas adicionais sobre 267 bilhões de dólares em importações chinesas caso Pequim retalie os recentes tributos e outras medidas que os EUA adotaram na guerra comercial entre os países.

O índice de materiais encerrou em queda de 3,4 por cento, sua maior queda percentual diária desde 8 de fevereiro. A companhia química PPG Industries teve a maior queda, recuando 10 por cento após alertar que o lucro do atual trimestre será atingido por custos mais elevados de matérias primas e demanda mais fraca da China.

“Se industriais e materiais são pressionados por causa de preocupação com a atividade global, isso vai jogar uma sombra sobre o mercado, já que companhias do S&P 500 geram cerca de metade de seus negócios no exterior”, disse Mark Luschini, estrategista-chefe de investimentos da Janney Montgomery Scott.

Mas os principais índices ganharam algum suporte com a queda nos rendimentos dos Treasuries de 10 anos depois que um salto na semana passada colocou pressão sobre as ações.