Ação, Ações, Stocks, Bovespa, Mercado Financeiro, Opções

Mural de noticias da Alpha Fintec

Reuters: Ações europeias sobem após uma semana de turbulências
As ações européias fecharam com forte alta nesta segunda-feira, recuperando parte das recentes perdas que alimentaram a volatilidade e eliminaram 1 trilhão de dólares nos mercados parecendo perder força. O índice FTSEurofirst 300 das principais ações europeias subiu 1,33 por cento e o pan-europeu STOXX 600 teve ganho de 1,17 por cento. O índice de volatilidade da zona do euro caía cerca de 20 por cento nesta tarde, após atingir picos na semana passada, quando as expectativas de inflação aumentaram os rendimentos de títulos públicos e alimentaram preocupações com aperto monetário do Fed.

As ações européias fecharam com forte alta nesta segunda-feira, recuperando parte das recentes perdas e que levaram às mínimas de seis meses, com os temores que alimentaram a volatilidade e eliminaram 1 trilhão de dólares nos mercados parecendo perder força.

O índice FTSEurofirst 300 das principais ações europeias subiu 1,33 por cento, a 1.465 pontos.O índice pan-europeu STOXX 600 teve ganho de 1,17 por cento, a 373 pontos.

O índice de volatilidade da zona do euro caía cerca de 20 por cento por volta das 15:00 (horário de Brasília), após atingir picos na semana passada, quando as expectativas de inflação aumentaram os rendimentos de títulos públicos e alimentaram preocupações com aperto monetário do Federal Reserve, banco central norte-americano.

“Nós vemos isso como uma correção de curto prazo ao invés de um evento de fim de ciclo”, disseram estrategistas do UBS liderados por Nick Nelson.

Os setores cíclicos impulsionaram o recuperação nesta sessão, com as ações de matérias-primas e de bancos entre os setores de melhor desempenho, com ganhos de cerca de 2 e 1 por cento, respectivamente.

O papel da mineradoras Glencore, Rio Tinto e BHP aumentaram entre 1,6 e 2,8 por cento.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 1,19 por cento, a 7.177 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 1,45 por cento, a 12.282 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 1,20 por cento, a 5.140 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,77 por cento, a 22.336 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 1,36 por cento, a 9.771 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 1,48 por cento, a 5.373 pontos.