Ação, Ações, Stocks, Bovespa, Mercado Financeiro, Opções

Mural de noticias da Alpha Fintec

Reuters: Wall St fecha em leve alta com menor preocupação por Coreia do Norte
O índice S&P 500 encerrou a sexta-feira em ligeira alta, apesar da queda da Apple, com o arrefecimento das preocupações com a Coreia do Norte e a mais recente proposta de legislação de saúde de Washington. O índice Dow Jones caiu 0,04 por cento, o S&P 500 ganhou 0,06 por cento e a Nasdaq avançou 0,07 por cento. O setor de saúde do S&P encerrou com alta de 0,1 por cento, conforme as ações de empresas de seguro recuperaram o terreno depois que o senador republicano John McCain afirmou que se opôs ao último esforço de seus colegas republicanos para substituir a lei de saúde do ex-presidente Barack Obama.

O índice S&P 500 encerrou a sexta-feira em ligeira alta, apesar da queda da Apple, com o arrefecimento das preocupações com a Coreia do Norte e a mais recente proposta de legislação de saúde de Washington.

O índice Dow Jones caiu 0,04 por cento, a 22.349 pontos, enquanto o S&P 500 ganhou 0,06 por cento, a 2.502 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançou 0,07 por cento, a 6.426 pontos.

Depois de um dia volátil, o setor de saúde do S&P encerrou com alta de 0,1 por cento, conforme as ações de empresas de seguro recuperaram o terreno depois que o senador republicano John McCain afirmou que se opôs ao último esforço de seus colegas republicanos para substituir a lei de saúde do ex-presidente Barack Obama.

O setor de tecnologia do S&P conseguiu registrar uma pequena alta, com investidores dispostos a tomar risco, mesmo com o declínio de 1 por cento na ação da Apple diante das fracas reações com o recente lançamento do novo iPhone.

Alguns investidores migraram para ativos seguros, como o ouro, depois que a Coreia do Norte disse que poderia testar uma bomba de hidrogênio sobre o Oceano Pacífico em resposta a ameaça do presidente dos EUA, Donald Trump, de destruir o país recluso.

Cinco dos 11 principais setores do S&P encerraram o dia em queda, com o setor de serviços de utilidade pública liderando o recuo, com perda de 0,7 por cento. Depois de chegar a recuar 0,5 por cento, o setor de saúde terminou com alta de 0,08 por cento.