Ação, Ações, Stocks, Bovespa, Mercado Financeiro, Opções

Mural de noticias da Alpha Fintec

Reuters: Mercados europeus encerram na máxima de 5 semanas com alívio das tensões
Os mercados acionários europeus avançaram para a máxima de cinco semanas nesta terça-feira, à medida que as preocupações com o furacão Irma e com a Coreia do Norte diminuíram. O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,54 por cento e o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,52 por cento. A maioria dos setores terminaram em território positivo, embora alguns investidores questionem a sustentabilidade dos níveis atuais dos mercados. O setor financeiro ficou entre aqueles com melhor desempenho, com os serviços financeiros e os bancos em alta.

Os mercados acionários europeus avançaram para a máxima de cinco semanas nesta terça-feira, ampliando a recuperação da sessão anterior à medida que as preocupações com o furacão Irma e com a questão nuclear da Coreia do Norte diminuíram.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,54 por cento, a 1.499 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,52 por cento, a 381 pontos.

Quase todos os principais centros de negociação e a maioria dos setores terminaram em território positivo, embora alguns investidores questionem a sustentabilidade dos níveis atuais dos mercados.

O setor financeiro ficou entre aqueles com melhor desempenho novamente, com os serviços financeiros e os bancos em alta.

As empresas de seguros, que impulsionaram os mercados europeus na segunda-feira com um salto de cerca de 2 por cento, fecharam novamente em território positivo com alta de 0,78 por cento.

“A estrutura de hoje é tipicamente de tomada de risco”, disse o operador sênior de vendas do Saxo Bank Pierre Martin. Ele afirma que a tendência positiva para ações bancárias ou de automóveis mostra que a atenção dos investidores estava fora das preocupações geopolíticas e climáticas e de volta para as notícias corporativas e macroeconômicas mais positivas.

A Volkswagen avançou 1,95 por cento depois de anunciar um plano de 20 bilhões de euros na segunda-feira para desenvolver veículos de emissão zero. Outras montadoras também tiveram alta, como a Peugeot.