Ação, Ações, Stocks, Bovespa, Mercado Financeiro, Opções

Mural de noticias da Alpha Fintec

UOL: Vale, Usiminas e Gerdau puxam alta da Bolsa
A Bovespa tinha forte alta de nesta sexta-feira (9); o Ibovespa (principal índice da Bolsa) subia 1,84%, aos 49.826,84 pontos, por volta das 14h45. As ações de Vale (VALE5), Usiminas (USIM5) e Gerdau (GGBR4) tinham fortes altas com dados positivos de crescimento da indústria chinesa. O Banco Central vendeu, mais cedo, 20 mil contratos em um leilão de swap cambial, equivalente à venda de dólares no futuro.

A Bovespa tinha forte alta de nesta sexta-feira (9); o Ibovespa (principal índice da Bolsa) subia 1,84%, aos 49.826,84 pontos, por volta das 14h45..

As ações de Vale (VALE5), Usiminas (USIM5) e Gerdau (GGBR4) tinham fortes altas com dados positivos de crescimento da indústria chinesa.

O dólar comercial operava em queda de 0,56%, a R$ 2,274. O Banco Central vendeu, mais cedo, 20 mil contratos em um leilão de swap cambial, equivalente à venda de dólares no futuro. A operação movimentou US$ 993,9 milhões.

O euro recuava 0,61%, a R$ 3,035 na venda.
Bolsas Internacionais

As ações europeias subiram também apoiadas nos dados chineses.

A Bolsa de Paris avançou 0,3%, para 4.076 pontos, ultrapassando a máxima de maio e atingindo o nível mais alto desde meados de 2011, após uma temporada de resultados empresariais surpreendentemente forte.

Em Londres, o índice Financial Times subiu 0,82%. Em Frankfurt, o índice DAX avançou 0,24%.

As ações chinesas subiram, depois que dados melhores que o esperado de produção industrial do país ampliaram o otimismo de que a economia pode estar se estabilizando após mais de dois anos de desaceleração do crescimento.

O índice chinês CSI300 reverteu as perdas iniciais para fechar em alta de 0,41%, depois que a produção industrial da China cresceu 9,7% no mês passado, acima das expectativas.

O índice japonês Nikkei fechou com oscilação positiva de 0,07% em um pregão instável, mas ficou em baixa de 5,9% nesta semana